Notícias

15 de maio de 2019

2ª Mostra Cultural da CPLP: a língua é o que nos une

Galeria de fotos

Os estudantes do 7o ano, sob a orientação do professor Jean Otoni, organizaram a 2a Mostra Cultural da CPLP: a língua é o que nos une, para comemorar o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP (celebrado em 5 de maio).

Para desenvolver o projeto, foi preciso refletir sobre o uso de uma língua comum como modo de pertencimento a uma cultura. Pertencer a uma comunidade falante de determinada língua significa participar de um universo que envolve a história e a cultura daquele povo, pois é pela linguagem que os seres humanos compartilham sentidos e atribuem significados à vida. Do mesmo modo, a sonoridade e o ritmo de cada língua apresentam particularidades riquíssimas. Aprendemos a língua materna ouvindo, falando, vivendo, mas será que nossos estudantes sabem quantos seres humanos partilham identitariamente dessa riqueza? Qual é a origem da língua portuguesa na península Ibérica? Por que se espalhou pelo mundo? E o que herdamos ao aprender essa língua?

Foram essas perguntas que motivaram a proposição desse projeto, desenvolvido em sala com o auxílio do professor e da equipe técnica. Por meio dele, objetivou-se valorizar o fato de que nossos adolescentes gostam de recitar poemas, tirar versos e fazer brincadeiras de rimas e que esses “recursos” são importantes para a formação de uma inteligência linguística. Aos estudantes foi dada a oportunidade de se debruçarem sobre o texto poético em língua portuguesa, bem como a chance de se aproximarem de um gênero ligado à sensibilidade do escritor e do leitor, que comunica não só pelas palavras, mas pela sonoridade e pelas imagens construídas, estimulando a leitura como ação que desperta o imaginário e a criação.

Após essas reflexões, iniciou-se uma pesquisa feita pelos estudantes. O primeiro momento foi marcado pelo estudo dos nove países-membros da CPLP, dos quais foram selecionados danças tradicionais, textos literários, pratos típicos, entre outros aspectos que aproximam esses países.

O segundo momento foi além das atividades curriculares de analisar a forma dos poemas e levantar as características desse texto (estrofes, versos, uso de figuras de linguagem e, com certa frequência, uso de rimas), a proposta foi experimentar o sabor de deixar-se levar pelo texto poético, comentar, deliciar-se e escolher os que mais agradam a cada um. A ideia de estar em contato com um poema ou uma letra de música é também uma possibilidade de se descobrir como leitor.

Todos o trabalho se materializou na realização da 2ª Mostra Cultural da CPLP: a língua é o que nos une. Os estudantes do 7º ano manifestaram-se artisticamente e debruçaram sobre os aspectos que os países da CPLP possuem em comum com o Brasil.

Compartilhe