Unidade Contagem

Nossa História

Seja bem-vindo ao Colégio Santo Agostinho

Em 1976, chegamos em Contagem com os valores agostinianos no coração e um objetivo a ser cumprido: oferecer um ensino baseado na sabedoria, na liberdade, na cidadania e no amor. No início, eram aproximadamente 260 alunos. Atualmente, mais de quatro décadas depois, são quase 2.000 jovens com corações inquietos em uma busca constante por conhecimento.

Continuamos a oferecer muito mais que uma educação de qualidade: aqui, formamos cidadãos preparados para os desafios do mundo e dispostos a serem protagonistas do desenvolvimento.

1920

Os Agostinianos chegaram em nosso país em 1899, mas foi no fim da década de 20 que os Superiores da Província Matritense (no Mosteiro Escorial), preocupados com a situação da Espanha, resolvem enviar alguns jovens religiosos para o Brasil, no período de 1929 a 1933, com o intuito de salvar e promover as vocações, diante da catástrofe que se avizinhava com a Guerra Civil Espanhola. Assim, são fundadas inúmeras comunidades e paróquias nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

1934

Início das atividades do Colégio Santo Agostinho, em Belo Horizonte. Primeiramente, em um imóvel alugado na Av. Olegário Maciel e, posteriormente, em uma sede própria construída na Av. Amazonas, sob a orientação do Padre Carlos Vicuña e inaugurada no dia 28 de março de 1936.

1976

Os padres agostinianos iniciam uma nova Unidade do Colégio Santo Agostinho na cidade de Contagem, no bairro Jardim Riacho das Pedras.

1977

Em um terreno de 6.000 m² doado pelo município, a Unidade de Contagem começa a funcionar. No início de suas atividades, o Colégio era uma pequena comunidade educativa, composta de 256 alunos de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, oriundos do extinto Instituto Pluminha Azul e então acolhidos pelos padres e educadores agostinianos.

1984

Implementação do Ensino Médio, com oferta dos cursos de Magistério (até o ano de 1986) e de Ensino Médio Geral (até a data atual).

1991

Extensão das séries do Ensino Fundamental II para o turno da tarde.

1996

Implementação de programa de intercâmbio cultural Brasil-Espanha.

1997

Construção do Centro Cultural Agostiniano, com a criação do teatro e a informatização da Biblioteca Gregório Mendel.

2000

Implementação de programa de intercâmbio cultural Brasil-Canadá.

2001

Ampliação das instalações físicas com a construção de novo prédio para o Ensino Médio.

2002

Início das turmas da EJA – Educação de Jovens e Adultos, em horário noturno, como parte das obras sociais dos freis agostinianos.

2009

Implementação do projeto de Coleta Seletiva, por meio de parceria com a ASMAC – Associação de Catadores Autônomos de Materiais Recicláveis de Contagem.

2011

Lançamento oficial, no dia 03 de fevereiro, da Plataforma Terráqueos - espaço com atuação em três grandes frentes interligadas: pessoas, planetas e animais. Adesão, em 05 de abril, à campanha mundial “One Day Without Shoes” (Um Dia sem Sapatos), promovendo ampla conscientização sobre a realidade local e suas desigualdades. Por meio dessa campanha, ocorrem gestos solidários concretos e emergenciais de doações (sapatos, alimentos, agasalhos) para instituições locais que auxiliam populações carentes.

2013

Novas obras de ampliação do Colégio, com a construção do 3º andar para atendimento exclusivo do Ensino Médio e alunos da EJA à noite.

2014

Implementação do Programa 2ª Milha (sustentado pelo ideal de fomentar a excelência humana e acadêmica) e do Prêmio Excelência Agostiniana.

2014

Implantação (reconhecimento) do Colégio Agostiniano Frei Carlos Vicuña, em funcionamento noturno, nas instalações da Unidade de Contagem, como parte das obras sociais dos freis agostinianos. Atualmente, atende, de forma gratuita, aproximadamente, a 400 estudantes carentes, na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

2016

Implementação do projeto Cultura da Paz – uma iniciativa de incentivo ao convívio acolhedor, em um ambiente essencialmente heterogêneo, onde cores, crenças, afetos, culturas, origens diversas compõem o universo das pessoas.

2017

Implementação do Programa AMPLUS – Formação Ampliada, atendendo a estudantes de 1º a 4º ano do Ensino Fundamental em horário contraturno.